Quem paga a festa?

>> quarta-feira, 30 de setembro de 2009


A gente sabe que aqui no Brasil, por tradição, é a família da noiva que paga a festa de casamento, certo? Mas, a gente sabe também que hoje em dia muita coisa não é mais como era antes. Muitas vezes a família da noiva não tem condições de bancar uma festa inteira de casamento e a família do noivo acaba dividindo essa responsabilidade. Há ainda, cada vez mais casos em que os próprios noivos bancam toda a festa. O que eu acho mais justo se o que você quer é uma comemoração pequena, apenas com amigos e parentes mais próximos, enquanto seus pais gostariam de um mega evento com todas as pessoas que vocês já conheceram na vida inteira. Porque, vamos falar a verdade: quem paga, manda. E, se não ficar muito bem esclarecido que por pagar a festa seus pais não tem o direito absoluto de decidir tudo, vocês podem ter muita dor de cabeça.

O ideal é dividir as despesas como for melhor para cada casal, sempre conversando muito. Muitas vezes o casal sozinho não pode bancar tudo, e acaba precisando da ajuda dos pais dos dois lados. Nesse caso, esclareçam tudo, digam exatamente o que vocês querem e o que esperam deles. E saiba que, mesmo colocando todas as cartas na mesa, vocês ainda podem ter certos desentendimentos durante o período do planejamento, o que é absolutamente normal e, na maioria dos casos, contornável.

Quando os pais pagam a conta

Como já disse, quem paga, manda. Por isso, deixe bem claro o que todos esperam uns dos outros. O casamento é um momento muito importante também para a família. É óbvio que seus pais gostariam de chamar todas as pessoas com quem trabalham, todos os parentes e exibir a felicidade dos filhos para todos eles. Por isso, seja muito paciente e tolerante na hora de demonstrar o que vocês querem e o que não querem, quem será convidado e quem não será.
É injusto excluí-los dos preparativos completamente e ignorar seus convidados, principalmente se eles estão pagando toda a conta. Por isso, mesmo se a festa for pequena, reserve um número de convites para que seus pais convidem quem quiser.

Quando os noivos pagam a conta

É a melhor forma de planejar tudo e definir cada detalhe da maneira que os noivos acham melhor. Poque quando os próprios noivos pagam tudo, os pais podem dar pouco pitaco. Pelo menos teoricamente...
Mas, como disse acima, esse momento é muito importante para eles também, por isso, nada de decidir absolutamente tudo sem dar satisfações à ninguém. Essa atitude pode parecer rude, mal educada e magoar seus pais. Deixe que eles se sintam envolvidos, mesmo que o poder de decisão e a palavra final seja de vocês.
Nesse caso, vocês não precisam disponibilizar convites para eles convidaram quem quiser, se não quiserem. Basta pedir à eles uma lista com alguns poucos convidados essenciais, sentar junto com eles e cortar as pessoas que vocês acham desnecessárias e estão fora das suas possibilidades. Afinal de contas, o casamento é de vocês, quem está pagando são vocês. Apenas, faça isso com muita sutileza, sempre mostrando à eles porque uma pessoa é importante para vocês e outras não, até que esteja claro que eles entenderam. E isso pode levar um certo tempo, portanto, tenham paciência.

Como planejar o orçamento?
Uma boa opção é abrir uma conta investimento ou poupança para o casamento. Colocando as economias num local especificamente para o casório, vocês tem uma idéia melhor de quanto podem disponibilizar para esse fim mensalmente, além de render alguma coisa ao longo do tempo destinado aos preparativos.
Sair fechando tudo de uma vez, apenas com o pagamento do sinal, pode ser problemático se o seu orçamento for mais apertado. Quando a gente começa a planejar as coisas com muita antecedência não tem como prever o futuro. Vai que vocês precisam adiar o casório por algum motivo e já tem todas as datas fechadas? Alguns fornecedores devolvem o sinal, outros não, e assim você pode perder muito dinheiro.
Mantenha sempre os pés no chão. Não planeje uma coisa enorme se você não pode pagar por isso. Se apertar demais e pegar empréstimos para pagar uma festa pode dar muita dor de cabeça. E começar uma vida à dois já com dívidas não é a melhor maneira, não é? Esteja ciente das suas possibilidades, faça um planejamento realista e siga-o à risca, estabelecendo prioridades e evitando o que é supérfluo.
Para isso, é muito importante a ajuda de uma assessoria competente. Os profissionais que fazem esse tipo de trabalho, tem contatos com os melhores fornecedores, e podem te ajudar a escolher os melhores dentro do seu orçamento.

A Vera Simão, uma expert em organização de casamento, disponibilizou uma tabela para nós com a porcentagem média destinada para cada item que compõe o casamento. É claro que tudo depende muito das prioridades de cada um e das escolhas dos noivos.
Tendo como exemplo um budget de R$ 35.000,00 para o casamento, cada item deve custar, no máximo:

Local (8%) = R$ 2.800,00
Decoração (15%) = R$ 5.250,00 (incluindo todas as flores, inclusive o buquê)
Comes e bebes (30%) = R$ 10.500,00 (incluindo doces, bolo, mesa de chá, etc)
Traje dos noivos (10%) = R$ 3.500,00 (incluindo make e cabelo) difícil, não?
Música (8%) = R$ 2.800,00 (cerimônia e festa)
Foto e Filmagem (12%) = R$ 4.200,00 (para os serviços do dia, álbuns e dvd)
Papelaria (3%) = R$ 1.050,00 (convites, tags, cartões de agradecimento, etc)
Lembranças (3%) = R$ 1.050,00
Cerimônia religiosa e civil (3%)  = R$ 1.050,00
Transporte e estacionamento (3%) = R$ 1.050,00 (aluguel do carro para noiva e valet)
Vários (5%) = R$ 1.750,00 (custos extras durante o planejamento)

Já o organizador do casamento costuma cobrar de 10 a 15% sobre o orçamento da festa. E, acredite, é um dinheiro que vale à pena pagar, se você quiser economizar no restante sem ter que abrir mão da qualidade dos serviços, além de ficar muito mais relaxada durante os preparativos e no próprio dia do casamento.

Acredite, com os pés no chão e organização, dá para realizar seu sonho de comemorar o dia mais importante da sua vida.

Fontes: Livros Casar - Vera Simão; Casar é Fácil - Emanuelle Missura
Fotos: Getty Images


Read more...

Dias de recolhimento...

... necessário.



Estou em SP até o dia 14/10. Por isso, não estranhem se os posts diminuírem durante esse período e se seus comentários demorarem a ser liberados, ok?

Dia 15 voltamos ao normal! Enquanto isso, aproveitem para reler os posts antigos e visitar esse monte de outros blogs bacanas sobre o mesmo assunto espalhados pela net!

Beijos!

Read more...

Especial Primavera 7: Casamento Real

>> terça-feira, 29 de setembro de 2009

E para fechar nosso especial de primavera, um casamento que não teve nada de mini, mas que teve exatamente esse espírito que queremos mostrar aqui: emocionante, alegre, chique, personalizado e com pompa no nível certo, sem exageros.

O casamento de Tatiana Lobo e Alexandre Martinez, onde tive o prazer de estar presente na última sexta-feira, 25 de setembro. A cerimônia aconteceu na igreja Nossa Senhora do Brasil - e devo dizer que já estive em várias igrejas, inlcusive muitas na Itália, França, República Tcheca, Inglaterra, etc, e jamais, em tempo algum, vi uma igreja tão bonita. Sinceramente, achei a Nossa Senhora do Brasil muito mais bonita que St. Paul's CathedralNotre-Dame. Me chamou mais atenção que a Capela Sistina (linda, mas, exagerada demais para o meu gosto) e Saint Chapelle, por exemplo, não sei porque...

A festa aconteceu no Leopolldo Itaim - outra belíssima escolha. Só a arquitetura do lugar já deixa a gente de boca aberta. Isso, sem falar no buffet do Leopolldo que é simplesmente delicioso.
A decoração foi em tons de laranja e dourado e estava absolutamente um deslumbre! Os centros de mesa tinham vários tipos de flores diferentes e eram pontuados com alguns toques de outras cores, além do laranja predominante, como das mini orquídeas amarelas, antúrios, callas e rosas. Nas fotos vocês talvez não consigam ver, mas eram todos bem diferenciados, bem coloridos e de várias alturas. Mesas redondas e quadradas, com cadeiras Thiffany douradas e vários lounges com poltronas, sofás e pufes, decoração aérea de velas (uma super tendência para casamentos), tudo de extremo bom gosto.

Ainda não tenho a ficha técnica de tudo, mas assim que tiver coloco aqui. Por enquanto, algumas fotos para a gente se deliciar...

Igreja Nossa Senhora do Brasil
A decoração da igreja era interiramente amarela, incluindo a temperatura da luz dos refletores colocados no alto da igreja que iluminavam as paredes e as imagens do teto da nave.


Detalhe do caminho de flores até o altar
Com vários tipos de flores amarelas e folhagens


A entrada da noiva
A Tatiana estava lindíssima com um vestido maravilhoso (que eu ainda não sei de quem é), e com apenas uma flor na mão. Tranquila, ombros relaxados, um sorriso leve de noiva e uma postura perfeita!


Mesas dos convidados, no Leopolldo Itaim

Detalhe de um dos centros de mesa

Outro tipo de arranjo, dessa vez mais alto e com galhos secos. Poucas mesas tinham toalhas.

Detalhe dos mini arranjos dos bistrôs próximos à pista de dança

Detalhe da decoração aérea

A pista de dança ainda vazia (essa foto foi tirada logo que cheguei ao salão)

A entrada dos noivos

A valsa

A mesa de doces e chocolates. Repare que todas as forminhas eram iguais




E os meus preferidos de todos os casamentos, os bem casados.
As caixinhas são as coisas mais fofas, feitas de jornal e pintadas de dourado. Depois de comer o bem casado (com pão-de-ló bem amarelinho e molhadinho, e recheio de doce de ovos ou doce de leite deliciosos, diga-se de passagem), elas servem como porta jóias.


Um belíssimo exemplo de "casamentão", à noite, num local fechado, em São Paulo e, ainda assim, bem primaveril!

Mais fotos aqui.

Fotos desse post: Arquivo pessoal

Read more...

Especial Primavera 6: Noivo de Primavera

>> segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Uma boa maneira de dar colorido ao noivo é na hora de escolher o boutonière e a gravata. Afinal, ele não precisa, obrigtoriamente ter aquela imgem escura, todo de preto, cinza e banco, não é? Cor neles!

Algumas regras:
- A cor da flor do noivo é diferente dos padrinhos e pais. Mas, se a roupa dele já for diferente, as flores podem ser da mesma cor para todos. Apenas não esqueça que o destaque maior é para o noivo, sempre;

- Na minha opinião, o ideal é que a flor escolhida combine com o buquê da noiva, pelo menos na cor. Mas, essa é só a minha opinião;


- Não é obrigatório usar cravos. Essa é opção mais tradicional, mas não a única correta;

- É impotante também que boutonièrre e gravata "conversem" entre si. Não precisam ser exatamente da mesma cor, mas tem que combinar.

- Não deixe o rapaz se empolgar demais na hora de escolher a gravata, ok? Adoro noivo com gravata diferente dos padrinhos e pais, mas nada de estampa infantil (leia-se super heróis, O Máscara, Bob Esponja, etc). Pode parecer estranho, mas já vi uns dois ou três que achavam essa opção bacana. Vai entender...

(clique nas imagens para ampliar)













Fotos: The Knot

Read more...

Especial Primavera 5: Receber em Casa

>> domingo, 27 de setembro de 2009


Organizar um evento não é tarefa fácil. Mas, pode ser muito prazerosa. Quem não gosta de receber em casa? É uma das coisas mais gostosas da vida! Juntar os amigos para bater papo, assistir uma maratona de filmes, séries, não importa. O importante é ser feliz em conjunto!
Mas, mesmo numa reunião íntima, existe sempre um detalhe importante que muitas vezes a gente só repara que deixou de lado em cima da hora. E não falo de regras de etiqueta na hora de arrumar a mesa, não. Acho que grande parte delas só serve para deixar as pessoas emcabuladas. Afinal, que diferença faz o lugar onde você colocou o pratinho de pão? Num jantar formal, para convidados formais, tudo bem. Mas, numa reunião íntima, com seus melhores amigos, o que importa de verdade é que todos se sintam muito bem recebidos. E isso independe do número e disposição de taças e talheres.
Para te ajudar a reunir os amigos nessa primavera, seja qual for o motivo da comemoração, alguns pontos importantes e idéias simples que são garantia de sucesso, muita diversão, convidados e anfitriões felizes!


Convidados e Catering
Para não errar, um dos primeiros passos é definir a lista de convidados. É importante que o número de pessoas não ultrapasse o número de assentos à mesa, no caso de um serviço de jantar. Agora, se você for oferecer um coquetel, queijos e vinhos, ou mini degustações, não é obrigatório que todos tenham lugares à mesa. Disponibilize sofás, bancos, cadeiras e mesinhas de apoio para os copos. Nesses casos, também não esqueça de definir um cardápio que seus convidados não precisem do auxílio de facas ou talheres mais complicados para degustar. Risottos, massas e saladas são os mais indicados.

Se você não tem uma cozinha gourmet em casa que te possibilite cozinhar e permanecer próxima dos seus convidados ao mesmo tempo, contrate um serviço de buffet. Afinal, você não vai querer passar o dia inteiro dentro da cozinha e perder o melhor de tudo, que é passar tempo com as pessoas que ama.

No Rio de Janeiro, a Beliskets pode ser uma boa aliada na hora de oferecer um coquetel ou jantar informal. Pelo site você calcula a quantidade de comida, define o cardápio, sobremesa, e no dia do evento eles entregam tudo pronto na sua casa, acondicionados de maneira apropriada. Já usei os serviços deles no aniversário de uma amiga e posso garantir que vale à pena. Em São Paulo, a Finger Food oferece o mesmo serviço. Ambos oferecem ainda, serviço de copeira, barman, garçons e aluguel de materiais.

Não esqueça que, além de um bom cardápio, bebida de qualidade e bem gelada, é garantia de convidados satisfeitos. Numa reunião bem íntima, você pode deixar uma mesa arrumada com todas elas. Algumas bebidas podem ficar à disposição dos convidados em baldes de gelo que vão sendo reabastecidos ao longo da noite. Os sucos podem ficar em jarras transparentes que também servem para colorir ainda mais o ambiente. E mesmo que toda a bebida esteja bem gelada, não esqueça de comprar bastante gelo filtrado e deixar à disposição dos seus convidados.


Decoração
- Se sua casa é pequena, os móveis podem ser reorganizados para que seus convidados possam circular livremente pelo ambiente sem esbarrar na mobília, ou uns nos outros.

- Você pode dar uma cara diferente à sua decoração do dia-a-dia colocando capas coloridas nas suas almofadas. Misturar estampas é uma graça! A regra é escolher uma cor base que deve estar presente em todas elas. Mas, não confunda misturar estampas com misturar estilos. Uma combinação de chita com toile de jouy, por exemplo, é um desastre! Abaixo, alguns exemplos de combinações:

(clique nas imagens para ampliar)




- Se você gosta de uma decoração ousada, o charme da mesa pode ficar por conta de guardanapos coloridos, taças coloridas e louças diferentes umas das outras. Nada de jogar no lixo aqueles dois únicos pratos que sobraram do enxoval da sua mãe. Garimpe peças em bazares e antiquários e seja original.

(clique na imagem para ampliar)


- Para iluminar ambiente, durante o dia, abra as cortinas e deixe que o sol se encarregue disso. À noite, prefira iluminação indireta de abajures, luminárias e velas.

- Não esqueça as flores. Você pode não ter uma única almofada no seu sofá para colorir o ambiente, mas as flores você não pode deixar de lado. Se elas já são importantes o ano inteiro, agora que a primavera chegou, elas não podem faltar! Aquecem o ambiente, perfumam e dão vida à sua casa. Se você não tiver muitos jarros onde colocá-las, improvise. Use sopeiras, bules, taças, latas, garrafas e até xícaras. Abaixo alguns exemplosde arranjos inusitados que são uma graça:

(clique nas imagens para ampliar)


Música:
- Música alta não é a melhor pedida para em reuniões íntimas. Um fundo musical leve é suficiente para compôr o arranjo perfeito entre o ambiente, os papos e as risadas dos seus convidados que à essa altura estarão se divertindo muito.

Pronto. Com um bom cardápio, boas bebidas, uma decoração alegre e colorida, flores, música de qualidade e convidados muito queridos, sua reunião íntima será um sucesso nessa primavera. Não importa o que você esteja comemorando, seja um bom anfitrião, sempre.


Imagens: The knot, Kiss the groom, Getty Images, Tok Stok, Finger Food.

Read more...

Especial Primavera 4: O básico sobre Cores

>> sábado, 26 de setembro de 2009


Se você não entende nada sobre combinação de cores, essa é uma ótima oportunidade para aprender um pouquinho e conseguir um efeito harmonioso na decoração da sua festa. Aproveitando que estamos na primavera, vamos perder o medo de colorir!

Às vezes, a gente vê uma combinação de cores em uma festa, acha linda e pensa que nunca na vida imaginaríamos usá-las, até aquele dia. Por exemplo, verde com roxo e amarelo com azul. Pode ser difícil imaginar, mas se você souber usar os tons certos de cada uma, pode dar super certo, sim!
Por isso, antes de escolher as cores da sua decoração, é bom você saber o básico. Ouvimos falar muito sobre cores primárias, secundárias e terciárias. Parece coisa de designer, que você nunca vai precisar saber. Deixa na mão da sua decoradora e ela resolve tudo, certo? Errado. É muito importante você ter alguma noção sobre o assunto, até para não correr o risco de chegar na sua festa e ver uma salada de cores desarmoniosas, que até você que não entende "bulufas" do assunto jamais teria feito.

Então, aí vai um tutorial básico sobre o assunto:

Cores Primárias - são aquelas de não podem ser obtidas a partir da mistura de outras cores. São as cores básicas, a partir das quais, todas as demais são obtidas. A cores primárias são:  vermelhoazul e amarelo.

Cores Secundárias - são aquelas originadas pela mistura de duas cores primárias. Misture azul com amarelo e obterá o verde. Misture amarelo com vermelho e obterá o laranja. Misture o azul com o vermelho e obterá o violeta.

Cores Terciárias - são as cores que se consegue misturando uma cor primária com uma cor secundária. Por exemplo: o amarelo alaranjado se consegue misturando o amarelo (primário) com o laranja (secundário). E assim vai.

O resultado desse teste é o Círculo Cromático, que serve para orientar na mistura e escolha das cores.



Para obter a melhor combinação entre duas cores, basta olhar no círculo a cor imediatamente oposta à cor escolhida. Por exemplo, na imagem acima, a cor imediatamente oposta ao verde é o roxo, e ao amarelo é o azul. Aquela combinação de cores aparentemente esquisita que a gente citou lá em cima, lembra?
E nessa combinação vale a regra de que devemos sempre combinar tons com a mesma intensidade. Isto é, azul forte com amarelo forte e azul pastel com amarelo pastel.

Cores Quentes
São o amarelo e o vermelho, assim como as outras cores em que eles prevalecem.

Cores Frias
São o azul e o verde, assim como as outras cores em que eles prevalecem.


Cores Complementares
São as cores opostas no círculo cromático. Tem muito contraste entre si e servem para dar destaque a uma composição.

Cores Complementares Diretas
É quando se usa uma cor do círculo e sua cor oposta. Se o que você procura é contraste, esta é a combinação perfeita.






Cores Complementares Duplas
É quando se usa duas cores e suas complementares. Suas vantagens são as riquezas de cores e aumento do contraste.





Cores Complementares Divididas
É quando se usa uma cor junto com as duas vizinhas da complementar direta. Aprimora a harmonia e interrompe o constraste instantâneo. Ainda é constraste, só que mais sutil.






Cores Análogas
São as cores que tem uma cor base em comum e não há contraste. São aquelas que estão vizinhas no círculo cromático. Quando usadas, não dão contraste na composição.

Cores Análogas Simples
É quando se usa 3 cores vizinhas no círculo cromático. Estas cores não tem constraste entre si, pois tem a cor de base em comum.




Cores Análogas Compostas
É quando se usa 4 cores que são vizinhas no círculo cromático.





Cores Análogas com uma Complementar
É quando se usa uma sequência de três cores mais a complementar da cor do meio.






Harmônicas
Trios Harmônicos (Tríade)
É quando se usa qualquer cor do círculo, deixando as três seguintes e usando a quarta, como na imagem abaixo:





Harmonia 90°
É quando as cores usadas formam um quadrado. Escolhe-se uma cor deixando as duas seguintes de fora e usando a terceira, como na imagem abaixo:





Harmonia 60º
É quando se usa 3 cores intercaladas. Uma combinação com extremo contraste e pede uma certa intimidade no uso delas. É melhor você virar expert no assunto antes de tentar essa.





Monocromia
Um esquema de cor de monocromia é uma única cor (primária, secundária ou terciária) e suas variações em termos de tons, contrastes e saturação. É o que chamamos de ton-sur-ton. Usar essa combinação de cores é quase sempre bom. Apenas, tome cuidado para não tornar sua combinação monótona.





É claro que apenas lendo isso aqui você não virar expert no assunto. Nem muito menos se basear totalmente nesse post na hora de escolher as cores da sua decoração. Existe uma infinidade de combinações de cores e tons possíveis, e se você quiser acertar vai precisar da ajuda de um bom decorador. Mas, pelo menos, agora você já sabe o básico, e isso pode te ajudar bastante.

Ok, tudo muito teórico, eu concordo. Mas, antes de se aventurar no mundo da decoração, nós profissionais precisamos nos aprofundar muito mais nesse assunto, acredite. E, você, aprendendo um pouquinho sobre o uso das cores, pode "abusar" um pouco mais na sua decoração, mesmo que esteja fazendo tudo sem a ajuda de um profissional. Não precisa ficar presa àquelas combinações que a gente vê o tempo todo de...

rosa com branco, verde com branco, azul com branco, amarelo com branco, lilás com branco, vermelho com branco...


É primavera! Coloque cores na sua festa!


Fontes e imagens: wikipédia, agenciapro, mundocor e apostila de Teoria da Cor, do curso de Design de Interiores, da Universidade Estácio de Sá.

Read more...

Especial Primavera 3: Significado das Flores

>> sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Adoro coisas com significados e acredito muito neles. Na hora de escolher minhas flores para qualquer ocasião sempre penso nisso. A flor ideal para presentear uma amiga que acabou de ter um bebê, uma amiga que anda meio dodói, para uma festa de aniversário, de casamento, enfim... os significados são muito importantes. Antes de definir suas flores, saiba o que cada uma delas quer dizer e escolha a que melhor se encaixar ao momento:

Amor Perfeito (em francês é “pensée”, está associada com pensamentos e recordações)








Anturio (luxo, autoridade e exuberância)








Angélica (harmonia, união, paz)








Astromélia  (felicidade, amizade)







Azaléia branca (romance)






Azaléia Rosada (amor à natureza)









Begônia (cordialidade)









Callas (sofisticação e beleza)








Camélia (branca: beleza perfeita, virtude despretensiosa; rosada: grandeza de alma; vermelha: reconhecimento)







Copo-de-leite – Indiferença;








Cravo (amarelo: desdém; vermelho: amor vivo; branco: preferência)








Crisântemo (amarelo: amor frágil; vermelho: "eu amo")










Dália (vermelha: olhos abrasadores. rosada: delicadeza)







Flor de laranjeira (virginidade, pureza)







Flor de Lis (fogo de amor)









Flor de pessegueiro (amor conjugal)







Flores do campo (equilíbrio, ponderação)







Frésia (proteção)










Gardênia (sinceridade)








Gerânio (vermelho: consolo, rosa: capricho)








Gérbera (alegria, energia, amor nobre)









Girassol (glória, dignidade, altivez)








Hortênsia (energia, glória)







Lavanda (desconfiança)








Lírio (casamento, pureza, nobreza, proteção)








Lisianthus (sofisticação)








Magnólia (simpatia)










Margarida (inocência, amor leal)








Miosótis (amor sincero e fidelidade)








Narciso (egoísmo e vaidade exagerados)








Orquídea (beleza, luxúria, perfeição, pureza espiritual)








Papoula (fertilidade, ressurreição, sonho, extrevagância)








Palma (dedicação, devoção, e grande amizade)









Peônia (timidez)








Petúnia (revelaões, força espiritual)






Rosa (amarela: alegria, saúde, sucesso; branca: pureza, paz, amor espiritual; vermelha: admiração, desejo, paixão; champagne: admiração, recordação; laranja: entusiasmo, encanto; cor de rosa: amizade, gratidão, carinho)








Tulipa (beleza, prosperidade)

Read more...