"Prontofalei"

>> quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Quem somos nós para julgar o que se passa no coração das pessoas, não é mesmo? Mas, às vezes, a impressão que tenho é que o número crescente dos casamentos nos últimos anos, trata-se em grande parte de modismo. Acho que está na moda casar, sabe? Só pode ser.
Eu fico chocada cada vez que vejo certas coisas, tipo essas notinhas aqui:

"Arieta Corrêa e Rodrigo Veronese estão, de fato, separados. O casamento, que aconteceu em dezembro do ano passado, durou apenas 8 meses. Porém, os atores se dão muito bem por causa do filho Gael de 7 meses."


" Thaís Fersoza e Joaquim Lopes estão separados. A atriz contou a uma publicação que foi surpreendida com o pedido de separação no Aeroporto do Rio de Janeiro, na volta da lua de mel. Joaquim teria dito à ela que não se sentia preparado para levar uma relação estável, e que não teve coragem de dizer isso antes da cerimônia." (Hã?)

Fico triste com coisas desse tipo, sabe? Um casal ficar alguns meses juntos e não dar certo...é,...bem,...ok. Acho meio o cúmulo você namorar uma pessoa, pedí-la em casamento e ficarem casados menos de um ano. Mas, até aí, vá lá. Vai ver que vivendo juntos todos os dias não bateu, né? Morar com alguém não é mesmo a coisa mais fácil de se fazer. Ainda mais quando você mal casa e já chega um rebento. Vai saber o que se passa...

Agora, namorar alguém por 5 longos anos, casar com ela, chamar revista Caras e o escambau (e foi escambau pra caramba, hein), dizer que na hora que a viu entrando na igreja vestida de noiva sentiu uma emoção de tirar o fôlego e fazer essa patifaria? Ainda dizer que casou porque não teve coragem de romper antes da cerimônia? Ah, sim, claro, que idiotice a minha, porque, depois da lua de mel, tudo bem, né?!

Quando é que algumas pessoas vão entender que casar é uma decisão muito séria, que envolve valores, maturidade e entrega? Que a gente só casa (ou, pelo menos, deveria) quando tem certeza do amor e do desejo de construir um futuro juntos? Que construir uma família é a coisa mais divina que a vida proporciona pra a gente? Isso tudo é tão sério, pessoas.

Sinceramente? Num guento! Prontofalei!

Espero, do fundo do meu coração, que todas as noivas (e noivos) que passam por aqui, diariamente, levem essa promessa que estão prestes a fazer à sério, e que jamais tenham que viver momentos como estes citados acima.

Beijos!

2 comentários:

Raiane 2 de setembro de 2009 10:32  

Olá, primeiramente gostaria de parabenizá-la pelo Blog, lindo demais, e gostei de você mesclar diversos assuntos e não só focar em casamento ;) em relação ao último post, tenho que concordar com você, fiquei chocada com o que aconteceu com a Thais Fersoza =O Nossa, como vc disse... deve mesmo ter virado modinha casar :S o que é uma pena!

Vanessa 2 de setembro de 2009 14:44  

Concordo plenamente com você!!! Um absurdo essa "moda" de casar... casamento é coisa séria! Mais absurdo ainda é esse rapaz... coitada da Thais... ninguém merece passar pelo que ela passou...

Beijos!