>> quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Vaquinha on-line!


Ontem recebi um e-mail da Luciana, de Florianópolis, perguntando minha opinião sobre cotas de lua-de-mel. Ela me explicou que sempre sonhou conhecer Praga, na República Tcheca, mas também sempre sonhou fazer um mini wedding - muito simples, mas muito tudo o que a gente fala aqui. Então, teria que escolher um dos dois. Assim como eu, ela acha que casamento é só uma vez na vida, se Deus quiser(!), então optou pela celebração. E a viagem ficaria pra depois. Mais uma vez.

Eu não sou (mesmo) fã de cotas de lua-de-mel e, pessoalmente, não faria. Mas, como a Lu tem esse sonho tão grande, então acho que tem que fazer o que vai deixá-la feliz e pronto. Quem quiser contribuir, contribui; quem não quiser, presenteia de outra maneira, certo?
E logo pra quem ela vem falar de Praga! Estive em Praga 3 vezes, sou apaixonada (muito mais do que por Paris!), e acho que mais perfeito ainda seria Praga em lua-de-mel! Hein, hein?!

Então, eu dei uma sugestão pra Lu, e vou deixar aqui pra quem gosta de cotas, ou quer fazer uma vaquinha diferente. O site Vakinha. Você se cadastra e cria uma vaquinha on-line para o que quiser. Pode ser para uma viagem, um móvel, eletrodoméstico, qualquer coisa! Vi até uma vaquinha de um casal que quer dar entrada num apartamento. Isso realmente é um pouco demais pra minha cabeça, mas, enfim...

Que a Lu consiga ir à Praga em Lua-de-mel, e que seja muito feliz!

Se quiser conhecer o site, clica aqui.



10 comentários:

Ju 13 de janeiro de 2010 10:26  

Eu vou fazer uma festa de casamento, não um mini-wedding,acho que está mais para medi-wedding!

Brincadeiras a parte, como já temos o nosso apt praticamente todo montado, contratei o serviço do icasei para utilizar as facilidades das cotas de lua de mel que eles oferecem. Lá os convidados podem pagar por boleto ou cartão de crédito. mas como sei que existem pessoas que não gostam de dar dinheiro ou não se sentem a vontade em comprar pela internet, vou colocar a lista em uma loja física, estilo tok stok!

beijos, ju

Manu Andrade 13 de janeiro de 2010 11:28  

Eu tb tinha procurado sobre cotas da lua-de-mel, acho q seria uma boa opcao no meu caso, q nao teria como trazer presentinhos pra ca!!!

Te contei como sao os presentes italianos??? Vc teria um treco!!! hehehe!!!

Jane | Beijo de Pracinha 13 de janeiro de 2010 14:30  

Nao tenho nada contra e ate ja escrevi um post sobre isso la no blog. Sou contra coacao de convidado, contra pedir presente em convite, seja da lista, cota ou dinheiro. Essa cultura da lista é dos tempos dos nossos pais, que se casavam e montavam a casa do zero. Dai os convidados ajudarem. Hje em dia muita gente ja tem casa montada, ou vai morar no exterior, e outras solucoes se fazem mais praticas.
No mais, eu como convidada nunca reclamei de noivos que preferem ganhar dinheiro, nem nunca ouvi ninguem reclamar. Pelo contrario, acho tao pratico! Eu so nao gosto muito quando os noivos nao dao nem um telefonemazinho dizendo obrigado depois, muito menos ainda um cartao de agradecimento! Prontofalei!

Beijos!

Jane | Beijo de Pracinha 13 de janeiro de 2010 14:31  

Ah, sim! Também acho Praga muito melhor que Paris! Assim como Dresden e mais ainda Viena!

Rumo ao Altar 13 de janeiro de 2010 16:58  

Eu também não aderi a moda de cotas para lua de mel, mas única e exclusivamente porque não tenho quase nada para casa...rsrs...Então, optei por fazer as listas tradicionais e uma lua de mel menos luxuosa (se Deus permitir). A viagem dos nossos sonhos para a Grécia, fica para o ano que vem...rsrs.
Beijos!

Deise Oliveira 13 de janeiro de 2010 21:19  

Eu e meu namorado queremos sim celebrar o nosso casamento, mas queremos muito a lua-de-mel,então chegamos a um acordo de fazer um realy mini wedding e fazermos então uma linda viagem.
Estávamos pensando em cotas também, mas quanto a isso não acertamos ainda.

Deise Oliveira 13 de janeiro de 2010 21:21  

Ah, Manu, como são os presentes dos italianos?? To mega curiosa.

Manu Andrade 14 de janeiro de 2010 08:51  

Deise,

casamentos por aqui (no norte da italia), sao carissimos ao cubo e e' realmente uma honra ser convidado, ate' pq eles sao mini mesmo... 40/50 pessoas... geralmente td fica mto restrido a familia... aqui na Italia em 90% dos casos, vc ganha dinheiro como presente, e' nao precisa pedir, nao, e' tradicao, cultura mesmo. Qndo me casei aqui, achei isso mto estranho (acostumada com as listinhas do Br) e fiz a listinha, so' 4 convidados nos presentearam atraves da lista (tds amigos meus brasileiros!), 1 com algo q nem estava na lista (q nao tinha nada a ver com agente, nem com a nossa casa e admito: ta' na caixa ate' hj!) os outros preferiram nos dar dinheiro. Foram todos super queridos, escreveram cartoes, nos desejaram felicidades e alguns deles nos deram ate' peq. sugestoes como: "pro sofa' novo", "pra viagem", "pra tv"...

Posso falar a verdade? No inicio achei estranho, impessoal... mas foi super util, investimos td o dinheiro na nossa casa nova e compramos td como queriamos... e qndo encontramos o sofa' dos nossos sonhos, por ex., convidamos a tia do Fe que tinha nos presenteado com $ para essa finalidade, pra jantar na nossa casinha e "conhece-lo" e agradecemos assim pelo presente...

A ultima vez q fui madrinha no BR, de uma grande amiga minha, eu sabia q ela tinha ganho as passagens pra Franca, mas estava dura e super triste q nao iria poder viajar... ai, eu decidi presentea-la a moda italiana... fiquei preocupada dela ficar ofendida, sei la', ai, liguei pra ela e falei, amiga, o negocio e' o seguinte... pensei nisso... pode ser??? Sabia q a viagem era um sonho pra ela, pq nao ajudar a torna-lo real?

Deise Oliveira 14 de janeiro de 2010 23:16  

Manu, que legal poder experimentar outras culturas de uma forma tao linda e importante,o casamento.
Brigadinha, amei o relato!!
Super bjokas!

Noiva 15 de janeiro de 2010 14:32  

Eu sou totalmente a favor das cotas! Já fui a vários casamentos que tinha essa opção e achei bastante prático.

No meu caso é mais útil ainda, pois já moramos juntos e temos a casa praticamente mobiliada. Então iremos fazer uma listinha com coisas que queremos trocar e outros pequenos mimos e usaremos o sistema de cotas p/ nossa lua-de-mel.

Li em algum blog uma idéia bacana para copiar: escolher uma foto legal da viagem e enviar tipo postal de agradecimento para os convidados que deram as cotas. Achei uma idéia muito simpática!

Bjs